Doppler Colorido de Orgãos ou Estruturas Internas

A velocidade do avanço tecnológico tem grande evidência na área médica. Resultados cada vez mais precisos, análises favoravelmente precoces e métodos menos invasivos e mais indolores geram ambientes e circunstâncias mais confiáveis para os pacientes. Nessa perspectiva, a MedImagem busca disponibilizar sempre os melhores serviços. Um ultrassom com Doppler Colorido pode complementar o diagnóstico, por exemplo.

O efeito Doppler foi teorizado pela primeira vez em 1842 e consiste numa característica observada nas ondas quando emitidas ou refletidas por um objeto em movimento com relação ao observador. Na Medicina, um ecocardiograma utiliza este efeito para medir a direção e velocidade do fluxo sanguíneo ou do tecido cardíaco. O equipamento, não invasivo, utilizado no paciente, obtém um retorno das ondas sonoras refletidas com o movimento das hemácias e reproduz o eco dos sons inaudíveis em um ou mais monitores. O paciente, submetido a esse tipo de procedimento, não sofre nenhum tipo de radiação ou efeitos nocivos, portanto, não há contraindicações.